SINO LUNAR

“Dibuja la luna su cara
En la superficie del agua,
O deambula solitaria.
Por valles
O nevadas montañas.

Su sino la persigue:
Ser única
En las noches estrelladas
Y etérea
Al despuntar
La madrugada.

Luna sonámbula,
Tenue luz del alba,
Por unos días
Descansa
Te veré nueva
Como espectro del alma.”

 

Marcelo D. Ferrer

Anúncios

3 comentários sobre “SINO LUNAR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s